Compartilhar por e-mail
Seu nome:
Seu e-mail:
E-mail destinatário:
Enviar
17Jul2015

O Sagrado em nós

O acolher  o sagrado em nós é uma abertura que damos a nossa consciência para que possa manifestar toda a essencia da vida.

Uma flor que nasce no jardim, um passáro que canta na varanda, o sol que banha a natureza, o céu que se abre para mostrar as estrelas numa noite de luar, a chuva que cai molhando a terra.

Em nossas vidas existem momentos de transparência e também de dilaceramento. Como se o quadro que vemos estivesse rasgado. Estes rasgões são nossos pontos de referencia , a imagem que temos de nós mesmo. O quadro, tal como o vemos, esta estilhaçado e rasgado. Mas através dos rasgões podemos ver além. Fazemos, assim, a mesma experiência. A experiência de abertura do nosso ser à transcendência interior, que é nosso ser essencial.

As experiências de transparência e de dilaceramento, as experiência de absurdo e da graça, tem por finalidade fazer-nos entrar nesta experiência do ser essencial, reconhecendo-o tanto numa como noutra situação e sair do dualismo, da oposição que nos destrói cada vez mais. Jean Ives Leloup

Precisamos sair da zona de conforto de nossos habitos para abrir novos horizontes ao que nos chega e do jeito que chega. Deixarmos de resistir e entregar, confiar, aceitar, e agradecer.

Entre o Sagrado e Absurdo, luz e sombra, sol e lua, masculino feminino, yin e yang todas as forças dos opostos que regem este universo e que nos compoem.

 

Vamos aproveitar  o inverno onde buscamos aquietar-nos,  a aquecer-nos num aconchego gostoso,  e é também uma oportunidade para

 buscarmos o contato com nosso mundo interior explorando-o.

Começe escolhendo um horáio  e local tranquilo, uma posição confortável.

Você pode fazer este exercício deitado em relaxamento, ou sentado com a coluna ereta, na cadeira ou no chão com as pernas dobradas.

Aqueça o ambiente com velas, aromas e aqueça-se com mantas ou xales.

Começe percebendo todo o espaço ao seu redor, os ruidos, sensações, pensamentos.

Deixe tudo acontecer naturalmente sem se incomodar ou questionar.

Observe todo o seu corpo deixando fluir uma respiração tranquila e calma. A cada exalação do ar seu corpo vai se relaxando mais e mais.  Você se torna relaxado mas consciente do que acontece com você. 

Percebendo todo o movimento fora e dentro de você, consciente, focado na respiração e no movimento do corpo quando respira e se vierem pensamentos identifique os como ....pensamentos,  e não se apegue a eles, continue sentindo, percebendo todo o corpo, a repiração...sinta e diga para você mesmo repirando....repirando...perceba o ar que entra e sai e você continua observando este fluxo, aprofunde a observação, se vierem sensações de desconforto diga a você... sensação e continue e atenção no ar entrando e saindo nas narinas, seu fluxo.

Fique o tempo que você puder, iniciando com 15 minutos e ir aumentando até você perceber o seu tempo, o necessário para  absorver e usufruir  os momentos de calma, atenção plena e contato com você mesmo, com seu corpo, sua mente, sua alma, de você por inteiro. Percebendo que você não é só o seu corpo, você não é só sua mente, você não é só suas emoções, suas senasções, você é tudo isto e muito mais.

Compartilhe:
Comentários
Outras sugestões para a sua leitura
Perdão e qualidade de vida
28Jan2018

A palavra utilizada para perdoar ou absorver em Aramaico é Cancelar.

 Linguagem utilizada na época ...

Compartilhe:
Relacionamento a dois
27Nov2017

"O relacionamento de casal se desenvolve através do soltar, de soltar sonhos. A felicidade almejada não tem o ...

Compartilhe:
Mês de agosto traz seu recado de mudanças
18Ago2017

Lembro-me bem. Foi quando julho se foi, que um vento mais gelado, mais destemperado, que arrastava ainda folhas ...

Compartilhe:
Magali Bergamo 2015 - Todos os direitos reservados
Criação de sites Vinhedo, Valinhos, Campinas