Compartilhar por e-mail
Seu nome:
Seu e-mail:
E-mail destinatário:
Enviar
20Jun2017

Coração fluido

Não apresse o rio. ..ele corre sozinho!

Como podemos evitar sermos arrastados pela corrente  no sentido de nos perdermos e, ao mesmo tempo, permitir ao ribeirão, ao rio da vida, que tome seu ímpeto através de nós?

A noção de fluidez pode nos ajudar a compreender e assumir em melhores condições os problemas encontrados no cotidiano, segundo Jean Ives Leloup no seu livro Amar, apesar de de tudo. A imagem do fluir e da água contornando os obstáculos que vai encontrando, dentro da realidade  que encontra pelo caminho. As vezes pedras, rochas, madeira, galhos, entulhos e toda a sorte pelo caminho, e a água pacientemente enfrenta os contornando,  seguindo a frente.Também podemos com nossas escolhas seguir este caminho de contorno, de presença seguindo avante seu proposito.  Deixar se levar muitas vezes neste fluxo, e este deixar   fluir   é acima de tudo um exercício de entrega, onde o ego que quer manter   o comando de tudo perde sua força quando  abrirmos esta percepção de aprendizado de cada percurso.

 Um espírito rígido, um espírito ideólogo, fanático, não aborda a realidade com  fluidez, e sim a partir de suas tensões, tentando adaptar  a realidade a seus conceitos, ideologias, pontos de vista. Jeans Ives lembra nos que cabe a nós incessantemente,  fluir como a água se adapta aos rochedos da existência, aliando nos com aquilo que a realidade nos oferece para viver, e que a fluidez é a verdadeira arte de viver!

Um coração fluido, é um coração capaz de compartilhar nossas emoções: ficar triste quando estamos triste, sentir alegria quando vivenciamos alegria, vivenciando sempre aquilo  que é.

A verdadeira infelicidade de alguém é ficar estagnado, emoção congelada, conceito congelado, ideologia congelada. A fluidez é, pelo contrario, o que nos coloca de novo em marcha no próprio âmago de nossos conceitos, sabendo que a representação que temos de alguma  coisa as vezes não é aquela coisa apenas,  e a fluidez nos conduz para além.

 

 

Observe o movimento que a água realiza  num rio ou riacho, ou talvez no mar, veja como funciona este movimento da natureza sabia. As vezes violento, as vezes calmo. Contornando cada obstáculo, fazendo curvas, subindo, descendo, indo avante.

Perceba como esta o seu movimento da sua vida, fluindo?  Estagnado?

Que partes da sua vida  precisa de mais movimento, talvez sair da zona de conforto e ir além, contornando os obstáculos e desafios.

Deixando se guiar pelo seu propósito de vida, seguindo sua missão, indo   e fluindo em direção ao grande oceano de realizações, onde você percebe quem você realmente é e todo seu potencial, sabendo que você realiza neste momento de superação aquilo a que veio realizar neste mundo.

Deixe se levar pela fluidez da vida dentro e fora de você.

 

Compartilhe:
Comentários
Outras sugestões para a sua leitura
A aceitação da sombra
04Set2018

A aceitação da sombra

Se nós não convivermos com a nossa sombra somos caolhos, vemos com um olho só, ...

Compartilhe:
Mulheres em Círculo
14Mar2018

Círculos são para nós, mulheres, que ao abrir um espaço na cultura ocidental de orientação masculina nos ...

Compartilhe:
Perdão e qualidade de vida
28Jan2018

A palavra utilizada para perdoar ou absorver em Aramaico é Cancelar.

 Linguagem utilizada na época ...

Compartilhe:
Magali Bergamo 2015 - Todos os direitos reservados
Criação de sites Vinhedo, Valinhos, Campinas