Compartilhar por e-mail
Seu nome:
Seu e-mail:
E-mail destinatário:
Enviar
07Abr2016
Quando falamos demais

Ouvir alguém reclamar, mesmo que seja você mesmo, nunca fez bem. Algumas pessoas dizem que reclamar pode agir como uma catarse, uma maneira de descarregar emoções e experiências negativas. Mas olhar com mais atenção ao que o ato de reclamar realmente faz para o cérebro nos dá motivos reais para lutar por um estado de espírito mais positivo e eliminar o mimimi de nossas vidas.

O cérebro é um órgão complexo que, de alguma forma, funciona em conjunto com a consciência para criar a personalidade de um ser humano, sempre aprendendo, sempre recriando e se regenerando. É ao mesmo tempo o produto da realidade e o criador da realidade, e a ciência está finalmente começando a entender como o cérebro cria a realidade.

Autor, cientista da computação e filósofo, Steven Parton, examinou como as emoções negativas na forma de reclamações, tanto expressas por você mesmo ou vindas de outros, afetam o cérebro e o corpo, nos ajudando a entender por que algumas pessoas parecem não conseguir sair de um estado negativo.

Sua teoria sugere que a negatividade e a reclamação realmente alteram fisicamente a estrutura e função da mente e do corpo.

“Sinapses que disparam juntas, se mantém juntas”, diz Donald Hebb, que é uma maneira concisa de compreender a essência da neuroplasticidade, a ciência de como o cérebro constrói suas conexões com base em tudo a que é repetidamente exposto. Negatividade e reclamações irão reproduzir mais do mesmo, como essa teoria destaca.

Donald Hebb explica ainda:

[By Curtis Neveu - Own work, CC BY-SA 3.0,]
By Curtis Neveu – Own work, CC BY-SA 3.0

“O princípio é simples: em todo o seu cérebro há uma coleção de sinapses (responsáveis por transmitir as informações de uma célula para outra) separadas por espaços vazios chamados de fenda sináptica. Sempre que você tem um pensamento, uma sinapse dispara uma reação química através da fenda para outra sinapse, construindo assim uma ponte por onde um sinal elétrico pode atravessar, carregando a informação relevante do seu pensamento durante a descarga.

… toda vez que essa descarga elétrica é acionada, as sinapses se aproximam mais, a fim de diminuir a distância que a descarga elétrica precisa percorrer… o cérebro irá refazer seus próprios circuitos, alterando-se fisicamente para facilitar que as sinapses adequadas compartilhem a reação química e, tornando mais fácil para o pensamento se propagar.“

Além disso, a compreensão desse processo inclui a ideia de que as ligações elétricas mais utilizadas pelo cérebro se tornarão mais curtas, portanto, escolhidas mais frequentemente pelo cérebro. Isso explica como a personalidade é alterada.

No entanto, como seres conscientes, temos o poder de modificar esse processo, simplesmente ao nos tornarmos conscientes de como o jogo universal da dualidade atua no momento em que surgem os pensamentos. Nós temos o poder de escolher criar pensamentos conscientes de amor e harmonia, garantindo, assim, que o cérebro e a personalidade sejam positivamente alterados.

A empatia e o efeito em grupo

Vamos além do efeito que a reclamação tem sobre o próprio indivíduo. Essa linha de raciocínio científico se estende até a dinâmica entre duas pessoas, explicando cientificamente como a reclamação joga outras pessoas para baixo.

Assim, quando alguém derrama um caminhão de fofocas, de negatividade e drama em cima de você, você pode ter certeza que está sendo afetado bioquimicamente, diminuindo as suas chances ser feliz. A exposição a esse tipo de explosão emocional realmente provoca stress. E já sabemos que o estresse mata. Portanto, reclamação e negatividade podem contribuir seriamente para a sua morte precoce.

Parton refere-se a essa perspectiva como “a ciência da felicidade”, e este comportamento de reclamação contínua oferece um estudo propício para a ligação entre o poder do pensamento e a capacidade de controle que uma pessoa pode ter sobre a criação de sua realidade tridimensional.

“… Se você está sempre reclamando e menospreza o seu próprio poder sobre a realidade, você não pensa que tem o poder de mudar. E assim, você nunca vai mudar. “

Artigo extraído do site Terapeutas Quânticos e Holísticos , adaptado por WaysUP.

Share on Tumblr

 

Exercício de gratidão

Começe o dia com o olhar mais atento para tudo aquilo que esta ao seu redor, observe e vá direcionando cada sensação com os pensamentos, as emoções e o que envolve todo este jogo diario em nosso cotidiano,  seja em casa, no trabalho, ou somente observando a natureza.

Perceba qual a tendencia maior que tem na escolha dos pensamentos, se fica muito no julgamento, critica, auto punição, desprezo, ressentimentos. Pensamentos que geram emoções negativas como raiva, medo, tristeza. Perceba também os pensamentos que geram emoções positivas que lhe causam admiração, alegria, amorosidade, contentamento, e paz de espirito. Só observe como funciona sua mente e seus pensamentos , e para onde  vão te levar. 

No final do dia antes de dormir anote em um caderno no minimo três coisas que você gostaria de agradeçer neste dia... se esforçe e percebe coisas simples que tem a  agradecer... e a cada dia mais coisas diferentes você anota....

Perceba no final de uma semana como fica sua mente, seus pensamentos, suas atitudes perante a vida, como lida com as pressões, suas emoções e os desafios. Veja se alterou o seu olhar, se você esta  mais consciênte e focado, podendo fazer escolhas sobre o que pensa  a respeito do que acontece e o  rodeia, sobre pessoas, familiares, eventos, politica, etc. Levando o melhor da vida a si mesmo. Observando aquilo que é, nem mais nem menos, somente o que é...a realidade plena, sem exageros e dramas, nem negação, e o presente momento. Apenas o que é. Não se deixando levar por pensamentos que geram emoções  e sentimentos negativos baseados num padrão obsoleto de algum momento de sua vida lá trás, onde ficou registrado e agora inconscientemente impulsiona seus penasmentos baseados neste antigo paradgma. Focando na gratidão, num exercício diario acessamos pontos no cerebro de positividade,  resignificando e  mudando nossa historia e o que acontece dentro de nós reverberando fora de nós em prosperidade, saúde, plenitude e Vida. 

 

Compartilhe:
15Mar2016
Conexão

Vivemos momentos de testes e muitos exercícios de fé, de coragem e persistência em acreditar no mundo, nos outros e em nós mesmos. O que pode nos sustentar nesta fase é a percepção de que existe algo maior que do nós e é este algo maior direciona tudo e a todos em todos os lugares. Quando colocamos nossa intenção e abertura de mente e coração e  olharmos para esta Fonte de Sustentabilidade Planetária algo se transforma em nós e a Conexão com esta Fonte de cuidado e proteção nos coloca nos braços da segurança e paz no coração sabendo que tudo esta ocorrendo como precisa ocorrer. Uma onda de paz, leveza  e a certeza que tudo vai dar certo começa a desabrochar em nós e ao nosso redor. As situações vão se transformando e nós também, Assim transformamos o nosso interior e transformamos o mundo ao nosso redor com nossa força nossa  CONEXÃO à FONTE de Todas as Coisas.

Mas se seguirmos o caminho do nosso ego ele vai nos levar a papeis de vitimas das situaçõesde e desafios  ou nos afastar da realidade não dando conta de encarar que somos o efeito de nossas acões e pensamentos e podemos ser co- criadores de nossa realidade e as experiência percebidas como aprendizados sempre.

 Confiemos, confiemos e com esta Conexão na Fonte de Sustentabilidade Planetária, que pode ser chamada de Deus, Amor, Shiva, Jeová, Baba,  podemos passar mais rapidamente para momentos e períodos melhores de celebração das vitorias sobre os desafios.

Compartilhe:
03Fev2016
Da lagarta à borboleta

As Transformações são tentativas da natureza de efetuar mudanças através das leis cósmicas do universo. Se o ego, a parte da consciência que dirige a vontade, obstruir a mudança, a crise ocorrerá para possibilitar uma mudança estrutural.

Somos movidos a desafios, a superações em  nossas vidas desde o momento do nascimento, quando precisamos do impulso vital para virmos ao mundo e respirarmos por si só. Nosso desenvolvimento e aprendizado para a alimentação no seio materno ou mamadeira,  nosso percurso para caminharmos do engatinhar até ficarmos firmes e eretos e não cairmos!  O controle dos esfíncteres, a fala, a escrita, a socialização, a emancipação do ambiente familiar, relacionamentos amorosos, a vocação, profissão, trabalho, vida adulta, social, maturidade, terceira idade, limitações, impedimentos, perdas, passagens, finalização..morte. Todo caminho do desenvolvimento humano mostra a superação de uma fase a outra, perdas e ganhos em cada uma delas, mas não tem como a natureza  ficar imóvel e  estagnada.

 Assim também é o nosso desenvolvimento psíquico/espiritual humano são desafios e mais desafios, e se ouver obstrução a mudança e ressitencia,  a crise  se manifestará  sob forma de sofrimentos, dificuldades, incertezas e inseguranças pra além do que  necessário para o periodo de transformação. 

A crise sacode hábitos arraigados, estagnados,  dilacera e rompe com o usual, procura romper velhas estruturas construídas sobre conclusões falsas.  A mudança é uma característica essencial da vida, onde há vida, há mudança.

Ao resistir a mudança resistimos a vida em si, ao natural fluxo do universo, como lagartas que transformam-se em borboletas não podemos cortar o casulo, muda-lo e  sair ou ficar nele pelo tempo que acharmos que devemos. O fluxo da vida, a dinâmica do universo que rege as leis naturais neste comando cósmico, divino é transformação,  é mudança para novos ciclos e voos.

Não tenhamos medo de  mudar, dar um passo a frente em nossas vidas.  Em alguns aspectos  da vida muitas vezes conseguimos o fluir de realizações e liberdade porque   não resistimos a mudanças, nos desenvolvemos  nos harmonizando com o movimento universal, mas em algumas áreas  reagimos  de maneira diferente devido aos bloqueios de negatividade  e medo dentro e fora de si  e ai a  crise vem para desbloquear, liberar potenciais para transformarmos, transmutarmos, darmos um salto para o nosso melhor, mesmo que no inicio pareça pior, estranho, como a borboleta deve sentir se quando alcança a saída do casulo para a natureza, saindo da sua zona de conforto no casulo e alçando seu voo a vida.

A razão de ser do desenvolvimento humano é libertar os potenciais inerentes, infinitos e a crise vem para sacudir, gerar novos estados de consciência. Crise, oportunidade de transcendermos  para o nosso melhor.

Baseado no livro O Caminho da Auto Transformação- Eva Pierrakos

 

    

 

Compartilhe:
04Nov2015
Relação Corpo Mente

O corpo tem interface entre o mundo interior e exterior, encenando nele toda uma historia de vida. A doença em qualquer de seus níveis, físico, psíquico, sócio ou espiritual atinge em menor ou maior grau todo o ser, tendo que ser vista como um todo e assim ser tratada.

O corpo que adoece pode ser visto como marcas e registros: 

- forças e crenças de vidas passadas poderm deixar referências, informações ou mandatos.

- certos padrões de comportamento, pensamentos, sentimentos e emoçoes negativas não trabalhadas influindo sobre a vida atual através de um processo bioquímico atuando no processo orgânico.

No seu aspecto cultural e antropológico a doença tem  um simbolismo, um potencial de revelações e descobertas relacionadas à própria vida, relação em que a doença é fruto de um estranhamento com o próprio corpo, projetando nas relações com os outros.

A doença tem o poder de reorganizar e ressignificar a própria vida.

A doença não necessita só de uma junta medica para aliviar sintomas, mas de novas formas de conhecimento despertada pelos sofrimentos. Existindo uma indução de sentido, uma urgência, um apelo, nem sempre bem reconhecido, canalizando todas as atenções, mas não se pode reduzir toda a experiência ao suprimir a dor, mas ressignifica-la dentro do processso vital.

O sofrimento representa o grito do corpo e do espírito, que pode ser maior que o da dor física.

Este sofrimento pode ser causado pelo diagnostico, pela expectativa deste, por fracassos nos tratamentos, pela sensação de impotência , tensões, angustias, e medos, diminuindo o limiar de percepção de dor, mas quando compreendido aumenta-se este limiar.

Tipos de dor:

- Sinal e função: aquela que representa os limites a serem respeitados, que protege, é a dor amiga, sinaliza algo.

- Dor limitante: priva o ser humano de desfrutar os prazeres possíveis, deprimindo o sistema imunológico.

Quanto maior a compreensão a respeito da vida seus significados e suas repercursões, com consciência do processo que se encontra, maior será a possibilidade de recuperar a saúde, encontrar harmonia consigo e com o mundo ao seu redor.

Compartilhe:
17Out2015
Praticas espirituais

“As práticas espirituais têm o objetivo de ampliar a percepção, aperfeiçoar a auto-observação e de sintonizar e manter a consciência no momento presente. E nesse processo, alguns episódios de cura acabam acontecendo porque, para nos estabilizarmos no momento presente, é necessário nos harmonizarmos com o passado. Sentimentos negados, mágoas e ressentimentos suprimidos, funcionam como âncoras que impossibilitam a ascensão e nos mantém presos a determinados quadrantes da consciência, distorcendo nossa percepção, nos limitando e impedindo que manifestemos nosso potencial. É isso que impede que alcancemos a meta maior que é a lembrança de quem realmente somos e do que viemos fazer aqui.”

Sri Prem Baba

Compartilhe:
Magali Bergamo 2015 - Todos os direitos reservados
Criação de sites Vinhedo, Valinhos, Campinas